3 de novembro de 2020 MCMV

Programa Minha Casa Minha Vida agora tem novo nome: Casa Verde e Amarela

FONTE: -A +A
COMPARTILHAR:

O Programa Minha Casa Minha Vida, criado em 2009 para que famílias de baixa renda possam ter acesso a moradias, sofreu alterações a partir de agosto deste ano, feitas pelo governo federal. As principais mudanças são o nome do programa, faixas de renda e taxas de juros.

A boa notícia é a previsão do governo de disponibilizar até o fim do ano mais R$ 25 bilhões do FGTS e R$ 500 milhões do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS) para o Programa Casa Verde e Amarela.

Para garantir a continuidade das obras de 185 mil unidades habitacionais contratadas, a retomada de 100 mil residências e os empreendimentos de urbanização em andamento, o governo federal prevê o aporte de R$ 2,4 bilhões do Orçamento Geral da União para o próximo ano.

Veja o que mudou:

Nome do Programa: o MCMV agora é Casa Verde Amarela.

Compare as faixas de renda dos beneficiários:

Minha Casa Minha Vida:

Faixa 1: Renda de até R$ 1,8 mil

Faixa 1,5: Renda de até R$ 2,6 mil

Faixa 2: Renda de até R$ 4 mil

Faixa 3: Renda de R$ 4 mil a R$ 7 mil

Casa Verde Amarela:

Grupo 1: Renda de até R$ 2 mil

Grupo 2: Renda de R$ 2 mil a R$ 4 mil

Grupo 3: Renda de 4 mil a R$ 7 mil

O novo programa também dividiu as taxas de acordo com as regiões do Brasil.

Regiões sul, sudeste e centro-oeste: taxas entre 5% a 8,16%.

Regiões norte e nordeste: taxas entre 4,75% e 8,16%.

Vale reforçar que, para os grupos 2 e 3 não é necessário se inscrever em nenhum programa, basta apenas procurar uma construtora credenciada. Se este for o seu caso, faça uma visita à Yticon e saiba mais sobre as mudanças. Aproveite e conheça nosso portfólio completo, com oportunidades em todas as regiões da cidade. Nossa equipe está preparada para tirar dúvidas, fazer simulações de financiamento e fechar contrato.

COMENTÁRIOS:

E ai, o que achou?
Deixe o seu comentário!